terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Os Pilares da Terra, de Ken Follet


Título Original:
The Pillars of the Earth
Autor(a):
Ken Follet
Origem:
Inglaterra
Tradução:
Paulo Azevedo
Editora:
Rocco
Ano de publicação:
1989


O livro abre com um enforcamento (tenho um fraco por livros que já começam na emoção), onde um estranho rapaz de cabelos cor de cenoura é acusado de roubar um cálice muito valioso de uma igreja. Ninguém entende o que pretendia o rapaz com tal peça, já que sua aparência rica logo o denunciaria como ladrão, porém ele estava prestes a pagar por seu crime. Entretanto, antes do derradeiro momento, algo curioso acontece, chocando a todos os espectadores da execução: o rapaz começa a cantar (muito bem) para uma jovem no meio da multidão. Pela grande barriga, era de se supor que estivesse grávida do criminoso, porém o que realmente chocava a todos e que será sua marca registrada por toda a história eram seus belíssimos olhos dourados e perturbadores.
Terminada a canção, o rapaz é enforcado e o público é novamente surpreendido quando a mulher grávida cai de joelhos com uma galinha na mão e amaldiçoa as três autoridades que acusaram seu amante. Ela mata a galinha, atira-a contra os três homens (muita atenção nestas figuras) e foge. Lembrando que estamos na Idade Média, portanto uma possível bruxa causou um alvoroço descomunal.
Nove anos se passam. Estamos focados agora em uma família onde o patriarca é Tom Construtor. Ele é um bom homem, bom esposo e bom pai para seus dois filhos. Está construindo a casa do filho de um nobre que irá se casar, porém seu grande sonho é construir uma majestosa catedral. Entretanto, um pouco antes do inverno chegar, o tal filho, William Hamleigh, interrompe a construção da casa, dizendo que seu casamento fora cancelado pela noiva Aliena que alegava “incompatibilidade”. Tom parte com sua esposa Agnes, que esta grávida, e seus filhos Martha e Alfred em busca de emprego...
 Durante sua jornada, Tom encontra uma estranha figura em determinado momento: uma belíssima mulher de olhos dourados e seu filho de cabelos cor de cenoura. Seus nomes são Ellen e Jack. Algumas reviravoltas no destino de Tom fará com que ele e Ellen acabem por se unir e viajarem juntos, encontrado-se no caminho com outra curiosa pessoa: o prior Philip.
Este se tornará um eterno envolvido nos conflitos na corte por dois motivos: o primeiro, porque seu irmão está no meio de toda a confusão e, segundo, porque quase sem querer ele se torna o prior de Kingsbriedge. Isso levantará uma série de insatisfações e fará com que este homem bondoso faça uma série de inimigos poderosos que ele precisará enfrentar com muita coragem e astúcia.
Philip, juntamente com Tom, realizará um grande sonho: construir uma catedral como nenhuma outra em Kingsbriedge. Mas nem todos estarão de acordo e muitas reviravoltas farão Philip pensar bem se deve continuar com a construção e a conclusão deste objetivo.
Nesta incrível história ainda se destacarão Aliena (a mesma que recusou William) e Jack, que, apesar de parecer um garoto bobo e sem solução, será a esperança de Philip e Tom.
Que golpe baixo é este livro para mim... Romance na Idade Média. E do meu mais novo favorito autor de cabeceira: Ken Follet. Admito que, comparado à trilogia “O Século” (saga que está quase roubando a “pole position” d’As Crônicas de Gelo e Fogo), este livro é muito cansativo e repetitivo, mas atribuo ao fato do autor não ter a mesma experiência durante a produção das duas obras. O livro que aparece na foto acima é um volume único, porém é possível encontrar o livro dividido em dois volumes. Como eu sou fã de livros grossos, não trocaria este volume por nada, mas caso você tenha certo receio de livros com excesso de páginas (ou então não pode carregar muito peso), não recomendo esta edição. Entretanto, não evite lê-lo. Não poderia estar fora da minha lista de Tops.

P.S.: soube recentemente que fizeram um seriado baseado no livro... Adoraria assistir! Porém, não tenho paciência para acompanhar uma série.

P.S.2: recentemente também soube que este livro tem uma continuação, que será minha próxima leitura após concluir “O Tempo e o Vento”, “Mundo sem fim”.

9 comentários:

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Gabi!

Eu também adoro esse livro. Prefiro a continuação, Mundo sem fim, mas esse não fica atrás. Adoro de paixão o Jack, meu personagem preferido, de longe. E a série não cansa, viu. Está dividida em 4 DVDs, com episódios de 2h cada. Recomendo que você assista. Tem algumas mudanças em relação ao livro, mas é muito boa também.

Beijos!

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Ah! Eu tenho o versão dividida, mas fico babando nesse volume único lindo. Fico pensando em trocar no Skoob e comprar esse ;D

Beijos!

Gabi Castro disse...

Duas horas de episodio cada um?? Minha nossa!! O.O
E o Jack é realmente apaixonante... Um dia vou fazer uma postagem dos personagens do meu s2... Ele vai entrar! kkkkkk
Ah... E quando eu ganhei este livro, quase morri de emoção... Que lindo que ele é!!

Xerus

Livroterapias disse...

Gostei do estilo do livro!
Vou add na listinha de leitura!

Beijinhos
Rízia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

É Gabi, mas passa rapidinho. Quando você vê, o episódio já acabou :P

E a continuação também ganhou adaptação :) Olha só o trailer: http://www.youtube.com/watch?v=IvDP_opSbzA

E o de Pilares da Terra:
http://www.youtube.com/watch?v=pU3bUJroGNg

E como sou legal, toma mais Jack: http://www.youtube.com/watch?v=Lx3gMYF7X5E

Beijos!



Flavia disse...

Ja tinha ouvido falar desse livro, mas nunca tinha me chamado a atenção
Pela resenha parece ser realmente um ótimo livro!
Vou dar uma pesquisada depois

Bjokas
Flavia - Livros e Chocolate

Enfim Shakespeare disse...

Gostei da estória, romance de idade média não é meu forte, mas quando eu leio independente do tema eu reconheço que o livro é bom.

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Estéphanie 月 disse...

Ganhei esse livro a alguns meses e estou ansiosa pra ler infelizmente tenho alguns livros na frente e quero muito lelo com calma.. afinal é Ken Follet amo seus livros!
Ótima resenha besos

Glaucia Matos disse...

Oi Gabi, adorei a resenha. O livro apesar de ter sido publicado a mais de 20 anos, parece ter uma história bem envolvente.

Feliz natal,

~Glaucia

www.leitorait.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...