quarta-feira, 11 de abril de 2012

A linguagem das flores, de Vanessa Diffenbaugh

Capa "A linguagem das flores"
Título Original:
The Language of Flowers
Autor(a):
Vanessa Diffenbaugh
Origem:
EUA
Tradução:
Fabiano Morais
Editora:
Arqueiro
Ano:
2011



Victoria Jones sempre foi uma menina arredia, temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, de uma família para outra, até ser considerada inapta para adoção.

Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar... até pôr tudo a perder.
Agora, aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Sozinha, passa as noites numa praça pública, onde cultiva um pequeno jardim particular.
Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram.

Olá, meus leitores! Sentiram minha falta? Rs
Hoje vou comentar sobre um livro bem tranquilo, para você ler quando estiver naquele seu momento “água-com-açúcar”: A linguagem das flores.
A história terá como protagonista a insociável Victória Jones. Abandonada pela mãe assim que nasceu, Victória é jogada de família em família para ver em qual melhor de habitua, mas seu gênio teimoso e sua “repulsa” por pessoas a impede de ser adotada por alguma, até que finalmente ela encontra alguém que está disposta a criá-lo como filha.
Aos oito anos, Victória fica sob a proteção de Elizabeth, dona de um vinhedo e uma amante de flores. Tudo indicava que Victória também conquistaria a antipatia de Elizabeth, mas parecia que a mulher estava convicta que conquistaria a complicada menina e faria de tudo para conseguir sua confiança.  Foi através das flores e seus significados secretos que Victória se afeiçoou a Elizabeth, desejando assim que esta última a adotasse.
Mas eis que Elizabeth tinha uma história complicada com sua irmã Catherine: as duas sempre foram muito próximas, principalmente porque Elizabeth não era muito querida por sua mãe. As irmãs eram inseparáveis , porém algo se intropôs nesta forte relação: Elizabeth amava um homem, mas Catherine “fura-olho” ficou grávida dele. Magoada e furiosa, Elizabeth cortou relações com Catherine e por anos nunca sequer a viu, mesmo depois que Catherine deu à luz a um menino, Grant (atenção nele, ele é importante).
Depois que Victória passou a morar em sua casa, Elizabeth começou a sentir falta de sua irmã porque Jones lembrava-a de seus tempos de criança e amizade com Catherine. Um novo sentido apareceu em sua vida: Elizabeth queria se reconciliar com a irmã para assim todos viverem em família. Entretanto, Victória não gostou muito de sua obcessão por Catherine e bolou um plano para que Elizabeth voltasse a ficar furiosa com a irmã.
Para deixar um suspense no ar, pularemos para a próxima etapa da vida de Victória, quando ela completa 18 anos e tem que se virar sozinha, já que não tem mais ninguém.
Sem emprego ou um lugar para morar, Victória começa a dormir em um jardim que ela mesma cultiva em um parque, porém, depois de alguns dias, a fome começa a tomar conta e ela parte atrás de algum trabalho. Foi então que ela conheceu Renata, dona de uma floricultura. Victória impressiona Renata com seus conhecimentos sobre as flores e esta última a chama para ser sua “assistente”. Victória consegue também um quarto alugado, que pertence à irmã de Renata. Finalmente parecia que Victória estava conseguindo colocar sua vida nos eixos até...
Um dia, Renata leva Victória para o mercado de flores onde ela precisa comprar alguns pedidos para sua loja. No mercado, Victória encontra um misterioso homem vendedor de flores que lhe oferece uma margarida. Victória, em resposta, dá-lhe uma flor chamada rododendro (cujo significado ensinado por Elizabeth era cuidado). Ela sabia que o homem não entenderia o recado, pois pouquíssimas pessoas sabiam que as flores tinham significados. Porém, quando voltou ao mercado de flores, Victória teve uma grande surpresa: o homem misterioso entregou-lhe um visco, cujo significado era eu supero todos os obstáculos.
Jones é lançada para seu passado e agora terá que encarar seus temores de frente, pois o homem misterioso era ninguém menos do que Grant, filho de Catherine.
 A história pode até parecer bem fraquinha... E é mesmo. Mas ela é bonita e não há como olhar para as flores do mesmo modo. A história é em primeira pessoa (ou seja, Victoria que narra sua vida) e intercala o passado, quando ela viveu com Elizabeth, e o presente, quando ela tem dezoito anos. A única coisa que me irrita em Victória é seu medo de se relacionar. “Pelo amor de Deus, mulher! Se entrega de uma vez!” Rs. A história realmente vale a pena, não para uma grande leitura, mas só para passar o tempo... Esta autora, Vanessa Diffenbaugh, apesar de não ser muito famosa (e convenhamos, não muito habilidosa) teve uma ideia muito diferente e original. Gostei do livro.

7 comentários:

Fefa Rodrigues disse...

Gabiiii


Primeiro, amei o novo visual do blog... lindão... é imagem inspirada no livro Dança com Dragões?

Deixa eu perguntar uma coisa... agor que conheço, ao menos virtualmente, muitos leitores posso pedir opniões antes de comprar os livros hehehehe... então queria saber se vc ja leu ou sabe algo sobre a série Irmandade da Adaga Negra... é livrod e vampiro... e como eu ainda oa li nada do genero - Nem Dráculo, nem Crepusculo - estou interessada em conhecer um pouco mais deste mundo sombrio... qq vc me diz???

Sugere algum outro???

Gabi Castro disse...

Olá Fefa! Ainda bem que você gostou do novo visual! Ainda esou fazendo uns ajustes, mas fico feliz que ele agradou!

Eu não li sobre esta série Irmandade da Adaga Negra, mas já li algumas criticas... E até onde eu vi, é mais ou menos "livro de menino". Não é tão Crepusculo, os vampiros são mais sombrios até onde eu entendi. Mas eu não sei muita coisa sobre ela.

Seria muito bom você ler alguma coisa deste gênero "vampiresco", pois, já que está na moda, seria bom ter uma base do assunto para conversar XD

De livros de vampiro, eu não sei... Mas a Fernando, do blog Na trilha dos livros, me recomendou Academia de Vampiros. Ou algo de gereno rs.

Espero ter ajudado.

Fefa Rodrigues disse...

Oiii Gabi... então, a fe me falou do Academia de Vampiros mesmo... agora to super na dúvida, quero aproveitar que esta baratinho... mas fico meio com dó de gastar $$ em livros que não tenham uma boa qualidade... hehehe


vou pesquisar um pouco mais... mas obrigada pela dica!!!;o)

Fernanda Cristina Vinhas Reis disse...

Oi Gabi!

Adorei o novo visual do blog! Eu estava emio que esperando ver Harry Potter :(

Esse livro nào é muito o meu tipo, mas parece uma boa opção quando a gente quer dar um tempo na carnificina de Game of Thrones ;D

Quanto a Irmandade das Adagas Negras, eu já cometei com a Fefa também. Ainda não li, acho que até pra dar uma resposta para ela, eu vou ler depois de acabar a Busca do Graal do Bernard Cornwell. Eu tenho os 3 primeiros, e uma amiga minha já me falou que é muitolegal, e eu só vejo falarem bem da série. Mas só vou saber mesmo depois de ler. E realmente parece que fora ser de vampiro, não tem nada a ver com Crepúsculo. Pare4ce que é mais caliente - rs! E Vampire Academuy, o que posso dizer? Sou apaixonada pelo Dimitri! Mas é muito legal, a história é mais complexa e também não é tão conservadora como Crepúsculo (em outras palavras, Dimitri é vampiro como deve ser! Ele não começa como vamp, mas ainda assim é mais bad ass que Edward ;D)

Beijos!

Lauri Brandão disse...

Achei muito interessante a história, adorei.
Seu blog é lindo flor.
To seguindo seu blog, segue o meu?
manuscritodecabeceira.blogspot.com
Bjs.

Gabi Castro disse...

Oi Lauri! Seja bem-vinda ao Abrindo os livros... Adorei seu blog! Quem sabe podemos algum dia fazer uma parceria?

Beijos

Michele B. disse...

Eu tbm amei esse livro!
primeiro amei a capa, depois a historia é lindaaaa

http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...